Ela é estranha

Aline Molleri

Desculpe o transtorno, tenho que falar de mim mesma em terceira pessoa. Ainda estou conhecendo a Aline… desde as poucas lembranças da infância ela já provou a capacidade de ser diferente em qualquer foto, de mudar de ideia e vontade a cada dia e sempre ter uma história para contar.

Continue reading “Ela é estranha”

Eu li: Fique onde está e então corra

7hogps

Título: Fique onde está e então corra (Stay where you are and then leave)

Autor: John Boyne

Editora: Seguinte, 2013

Gênero: Literatura Infanto-Juvenil/Drama

Alfie Summerfield não esquecerá seu aniversário de cinco anos. Em meio a Primeira Guerra Mundial, seus amigos não puderam ir à sua festa, os adultos estavam preocupados. Sua avó não tinha bons pressentimentos, mas mamãe e papai diziam que tudo ficaria bem e terminaria antes do Natal.

Continue reading “Eu li: Fique onde está e então corra”

TPM e Conselhos para mim mesma

Quando estou na TPM fico tão sensível e reflexiva, que com certeza a maioria das minhas postagens pessoais foram feitas neste período chato.

cosmetics

Eu choro de felicidade, de tristeza, por nada, por tudo e pela sombra. Me acho horrível, fico sem vontade de fazer qualquer coisa que não seja comer, comer e comer. Me entupo de chocolate e queijo (ambos dão uma sensação maravilhosa e reconfortante que dura alguns minutos, até eu me arrepender por ter adquirido tanta caloria, assim entro em um looping eterno de come e chora). Quanto drama não? Eu sei que é drama, eu sei que é exagerado e desnecessário e fico batalhando internamente entre razão e emoção no qual só piora a parte dramática! Depois que passa volta tudo ao normal como se nada tivesse acontecido, até chegar novamente este período no próximo mês.

Resolvi escrever sobre conselhos que eu daria a mim mesma para um EU de 10 anos atrás. Hoje tenho 25 anos, uma vida bem estável e acho que já posso me aconselhar.

  1. Você não precisa ser boa em tudo, querer ser sempre a melhor
  2. Arrisque-se mais
  3. Não precisa entrar na faculdade assim que se formar no Ensino Médio
  4. Faça vários estágios em áreas diferentes, empregos diferentes até a sua maior idade e descubra do que realmente gosta, mas nunca deixe de trabalhar e estudar
  5. Leia mais
  6. Tenha mais paciência
  7. Quando for maior de idade, saia de baixo da asa dos seus pais nem que seja por um mês
  8. Não tenha medo de dizer não
  9. Não tenha medo de expressar o que sente quando questionada por mais que possa magoar a pessoa, basta falar com delicadeza
  10. Pratique exercícios físicos

Claro que com 15 anos eu não ouviria nenhum conselho, mas como estou muito sentimental e nostálgica resolvi escrever. E você, quais conselhos daria para o seu EU de 10 anos atrás?

Até a próxima!